Postagens

Psicologia do mercado financeiro.

Imagem
Oi Amig@s,

Em recente leitura do livro de Alexander Elder, "Como se transformar em um operador e investidor de sucesso", resolvi elencar os principais pensamentos sobre a psicologia do mercado financeiro para um gestão lucrativa.

Antes de mais nada, é preciso saber que o nosso estado emocional interfere diretamente nos nossos negócios e investimentos.

Devemos ter consciência do nosso estado psicológico antes de operar no mercado para evitar a autosabotagem.


Quem busca comprar e vender acoes por impulso, como se fosse um jogo, assumindo riscos desnecessários tem grande chance de sofrer perdas e terminar no prejuízo.

Neste momento não adianta culpar os outros ou atribuir o fracasso a falta de sorte.

O mais importante é assumirmos a nossa responsabilidade e buscar o aprendizado com os erros para não mais repeti-los.

Muitas pessoas deixam o mercado por nao estarem preparados, inclusive para os lucros.

Existe verdadeira cobiça pelos ganhos e excessivo medo pelas perdas.

O o…

O QUE DESCOBRI SOBRE TOPOS E FUNDOS

Imagem
Olá amig@s,

O notável princípio ou a super dica de quem inicia os investimentos no mercado financeiro se resume no seguinte conselho:


Tão simples, não? NÃO!

Na teoria, deveríamos comprar a ação quando atingisse o seu fundo e vender quando alcançasse o seu topo.

Trocando em miúdos, topos e fundos são pontos extremos no gráfico de um ativo, sendo o primeiro o valor mais alto no qual a ação parou de subir e o fundo a extremidade mais baixa no qual a ação parou de cair.

Esta correta identificação faz parta da análise técnica das ações, a qual visa identificar as suas tendências.

Particularmente, não entendo bulhufas de análise técnica.

Mesmo assim já me arvorei e quebrei a cara algumas vezes em achar que determinado ativo não podia cair mais do que aquele preço. MAS CAIU!!

Na maioria das vezes que tentei comprar a ação no suposto fundo errei a previsão.

Por outro lado, sempre que ela iniciava o movimento de alta acabava por vender antes do tempo, muitas vezes na insegurança de que vo…

Investir para realizar sonhos

Imagem
Olá amig@s,

Neste post, vocês vão descobrir que foram dados os primeiros passos de um plano familiar, motivado na ideia de investir para realizar sonhos.

Mas antes, vamos combinar que o momento não é um dos melhores na bolsa de valores.

A grande maioria das ações do índice bovespa estão despencando e o futuro do país está desembocando em incertezas, motivo pelo qual a minha opção, no momento, é só ficar observando.

Vários ativos despencaram mais de 10% no dia de hoje, 07/06/18, em um cenário pior do que o Joesley day no ano passado, em 18/05/17, revelando uma situação de verdadeiro pânico no mercado.

Sendo assim, qualquer alteração na carteira de ações pode resultar em compras ou vendas precipitadas, as quais, via de regra, nos dão prejuízos.

Não gosto nem de ouvir esta palavra. Então:






Vamos desviar o foco dos investimentos para tratar de um assunto pessoal.

Sempre relatei para vocês que o objetivo das economias visava um sonho.

Confere aqui neste primeiro post do ano de 2018.

E…

Mudança de planos: BUY AND HOLD.

Imagem
Oi amig@s

Tudo voltando ao normal após a paralisação dos caminhoneiros e para não sair da rotina, estou aqui escrevendo sobre investimentos e, repentinamente, me dei por conta neste mês de uma mudança de planos e da estratégia buy and hold.

Mas antes

Outro dia ouvi um comentário que para mim foi a tradução deste maio:

"Não foi difícil, mas também não foi fácil"


Na renda fixa aportei cerca de quatro mil reais e o tesouro selic me retornou algo em torno de 0,48% do capital investido.

A novela mexicana, ficou por conta da renda variável e também do meu comportamento sardinha.

É impressionante como a volatilidade da bolsa ainda mexe com o meu humor.

Percebam, então, que passei os últimos dias mau humorado.

As vendas precipitadas, ou não, me deram um prejuízo aproximado de R$ 400,00.

Alguns ativos antigos na carteira e lateralizados estavam me incomodando, motivo pelo qual foram vendidos.

Estou falando da JBSS3 e também da SAPR4.

No seus lugares nada de novo entrou.

Fiquei…

Problemas com a corretora!

Imagem
Oi amig@s,

Vivemos tempos difíceis e, há quem diga, necessários para as novas mudanças.

Como se não bastasse a falta de combustível, gás, crianças sem escola, não é que tive problemas com a corretora e o home broker do Banco do Brasil parou de funcionar.

Conclusão:


Hoje foi um dia de grandes oscilações no mercado financeiro, principalmente para baixo.

Algumas ações sofreram de forma exagerada por todo este turbilhão social. 

Eis que os clientes do BB investimentos também foram penalizados, impedidos de operar.

Quando abri o home broker pela manhã até imaginei que tinha ocorrido algum circuit break com a suspensão das negociações na bolsa de valores.

Mas não!!

Em grupos de Whats outros clientes e investidores do banco reclamavam do mesmo fato e a justificativa do Banco do Brasil, advinhem??

Problemas técnicos!!

Problemas estes que até o momento não foram solucionados.

Sim eu sei que a corretora em questão está longe de ser uma das melhores, principalmente pelas altas taxas cobradas…

RECEBIMENTO DE DIVIDENDOS

Imagem
Olá amig@s,

Quando falamos de investimentos, uma das melhores coisas para o investidor é o recebimento de dividendos.

Ao comprar ações de uma empresa na bolsa de valores nos tornamos sócios dela.

Por lei, ela é obrigada a distribuir, em cada exercício, o mínimo de 25% dos lucros aos acionistas. Mas se o resultado for negativo (no caso de prejuízo) nada vai ser repartido.

Dessa forma, acho importante comprarmos ações de empresas lucrativas, pois estaremos garantindo o recebimento dos dividendos.

Um dos indicadores muito utilizados é o dividend yeld, que se refere a proporção entre o dividendo pago e o preço da ação.

Por exemplo, no dia 18/05/2018 recebi a primeira parcela dos dividendos da WIZS3, a qual distribuiu R$ 0,51 por ação.

As ações da WIZS3 foram negociadas ex-dividendo em 20/04/2018, nesta data o seu preço estava sendo negociado em torno de R$ 10,50.

O dia ex-dividendo significa a data em que os novos investidores não tem mais direito de receber o provento que será dist…

VALE A PENA FAZER PREÇO MÉDIO?

Imagem
Oi amig@s,

Este tema é muito controvertido entre as pessoas que negociam na bolsa de valores, afinal: Vale a pena fazer preço médio no mercado de ações?

Eu admito - Faço sim, mas depende da empresa.

Portanto, eu diria que esta é uma estratégia válida,  principalmente se a empresa que se tornou sócio com a compra das ações possui bons fundamentos.

O QUE É:


O Preço Médio é conhecido pela operação na qual você calcula a soma dos valores pelos quais comprou o mesmo ativo por preços variáveis dividido pelo total das ações adquiridas.

Um exemplo de como chegar no preço médio de um papel, utilizando o meu caso na KROT3:

Em 26/04/18 - 600 ações - R$ 8.218,65
Em 11/05/18 - 600 ações - R$ 6.790,18

O total da compra foi de R$ 15.008,83, que dividido pelo número total de 1200 ações dá um Preço Médio de R$ 12,50.

Esse preço determina a média de valores pelo qual adquiriu o ativo e a Receita Federal usa esse valor médio para determinar o quanto você teve de lucro ou prejuízo em uma operação.

Nos…

Mais lidas

Imposto de renda: rendimentos isentos e não tributáveis na venda de ações

A PACIÊNCIA no mercado de ações.

RECEBIMENTO DE DIVIDENDOS