O blog trata do cotidiano de um investidor em busca da independência financeira, através da bolsa de valores e outros investimentos.

Translate

quinta-feira, 16 de julho de 2020

O DILEMA DA RENDA VARIÁVEL


Continuamos a acompanhar os efeitos da pandemia do novo coronavírus e a devastação econômica causada. 

Talvez, você pense que o mercado de ações possa cair e permaneça vendido a espera de um milagre, quer dizer de uma oportunidade, ou talvez, sendo otimista, que o ibovespa vai romper os 100 mil pontos e se recuperar. 

Para uns quando o mercado caí é uma carnificina, para outros quando ele sobe não passa de um salto de gato morto e ainda tem aqueles que preferem ficar à margem quando a volatilidade é intensa. 

E agora?



Agora se você está no time dos que esperam uma ocasião especial para investir, fica uma reflexão:

Saiba que esse momento pode ser que nunca chegue.

Geralmente, quando as oportunidades de compras surgem, as notícias são tão ruins que não se deseja colocar o dinheiro em risco.

Assim, ficar de fora da renda variável e aguardar a hora certa para entrar pode ser o pior dilema de um investidor.

Ao decidir comprar se questiona se não foi cedo e há uma dor por não esperar mais. Quando espera demais a dor é sinônimo de arrependimento por ter perdido tempo.

Para diminuir a angústia, a dica é deixar de bancar o vidente para descobrir topos e fundos.

É muito difícil vencer o mercado no curto prazo e as perdas machucam o dobro do que os ganhos são bons. 

Anota algumas dicas do Papai, que podem te ajudar:

  • Tenha metas financeiras claras;

  • Não esqueça de calcular o risco que você pode correr para dormir tranquilo mesmo em dias difíceis;

  • Diversifique o seu portfólio;

  • Estude, se mantenha informado; e 

  • Não caia no dilema da renda variável.

Até a próxima!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário