O blog trata do cotidiano de um investidor em busca da independência financeira, através da bolsa de valores e outros investimentos.

Translate

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

COMO AGIR NA QUEDA DA BOLSA DE VALORES


Eu já desisiti de encontrar os topos e fundos das ações para guiar os meus investimentos. 

Geralmente, opto por monitorar alguns ativos e se neste período acho que vale a pena uma entrada, daí lanço a ordem de compra. 

Por outro lado, se o ativo já teve uma valorização expressiva, vou me desfazendo dele de forma escalonada, aproveitando as altas. 

Os aportes geralmente são feitos no início do mês (após separar do salário o valor das despesas e reservar um fluxo de caixa).

Neste contexto, confesso que fico bastante triste quando esta economia investida é engolida pelas quedas da bolsa de valores. 

A sensação que fica é de estar jogando dinheiro fora.



Por isso, não podemos perder de vista que o bom mesmo é ir comprando de forma consistente e rotineira. 

Altos e baixos sempre vão ocorrer na bolsa e muitas vezes as quedas revelam grandes oportunidades de lucros.

Em dias críticos, que são aqueles que você não tem dinheiro para investir e nem pode pensar em vender, porque seus ativos estão depreciados, use as seguintes dicas do Papai:

Não olhe as cotações! Nem mesmo aquela olhadinha despretenciosa, pois esta atitude pode gerar pânico.

E não há nada pior do que operar com o estado emocional abalado.

Leia mais sobre este assunto neste post: Psicologia do Mercado Financeiro.

Aquela sensação natural de vender a qualquer custo para evitar um mal maior pode ser catastrófica.

Nestas ocasiões, o melhor é fechar o home broker, esquecer os grupos e fóruns de ações e mudar o foco para outras atividades.

Aproveite mais a vida, se preocupe menos com o seu patrimônio e continue economizando.

Se nos períodos de grande instabilidade da bolsa você prefirir não aportar na renda variável, faça aplicações na renda fixa ou até mesmo faça uma viagem.

Não perca de vista que a trilha da bolsa de valores vai muito além do que períodos de queda, aproveite as belezas e o aprendizado do caminho, pois no longo prazo as recompensas são mais consistentes.

Caetano diria: Ou não!!

Até a próxima.




2 comentários:

  1. Olá, PnB.

    Boas dicas. Eu também não fico olhando cotação. Como meu investimento é para longo prazo as baixas nem me abalam mais.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Olá Cowboy,

    Inteligência emocional é muito importante, porque o mercado não está nem aí se eu ou você estamos preocupados.
    Fazer aportes regulares e diversificar o portfólio é garantia de sucesso no longo prazo.

    Abraço

    ResponderExcluir