VAMOS DIVERSIFICAR!



Oi amig@s,

A diversificação de investimentos nada mais é do que você aportar as suas economias em um portifólio variado.

É a velha história de se guardar todos os ovos na mesma cesta. Caso a cesta caia se perderá todos os ovos. Mas se os espalharmos por cestas diferentes, até podemos perder um, mas não todos.

Esta estratégia envolve também gerenciamento de risco, já que se um ativo der prejuízo, o lucro do outro faz a compensação no resultado final.







E aí? Vocês diversificam a aplicação dos seus recursos?

A minha carteira é bem variada e atualmente possuo os seguintes investimentos:

- Poupança (mas só para uma emergência!!);

- LCI;

- Tesouro Selic 2023;

- Tesouro prefixado 2023;

- Tesouro IPCA+ 2019;

- Fundos imobiliários;

- Fundo de ações; e

- Ações.

Tento manter essa diversificação, preservando a fórmula de alocação de ativos, respeitando a proporção de 70% em renda fixa e 30% em renda variável.

Portanto, o papai aqui não inviste apenas em ações da bolsa de valores.

Ainda sinto falta por minha parte de uma maior organização no que diz respeito ao controle final, por mês, do exato valor que cada investimento rendeu.

Esta prática é importante para avaliarmos o desenvolvimento do nosso capital e fazermos escolhas acerca do que realmente vale a pena.

Aproveito o ensejo para lançar um desafio pessoal. Vou monitorar todos os meus rendimentos no próximo mês e postar tudo para vocês para que possamos ter uma exata noção da renda passiva mensal obtida.

Até lá e não deixe de seguir o @papainabolsa nas redes sociais.

Comentários

Ainda é cedo para sair! Já conferiu AS MAIS LIDAS?

Mais lidas

Imposto de renda: rendimentos isentos e não tributáveis na venda de ações

Últimas operações na carteira de acões

Planilha x Imposto de renda